TRANCRIÇÃO

Todd: So, Monica, a minute ago we were talking about Tai Chi and about how it helps longevity, helps you live a long life. One time when I was in Bangkok, I met a guy and he was doing Tai Chi and he looked really young, but he said the secret to his old life … he said the secret to looking young, was Tai Chi and cold showers. He took a cold shower every morning.

Monica: Oh, wow!

Todd: Could you do that?

Monica: No, I don’t think I could actually.

Todd: Yeah, you know, I actually tried it for awhile and I tried it for about a week and I did feel so energized and it was easy in Bangkok, cause it’s really warm but I couldn’t keep it up, especially not that I’m in the cold climate. There’s no way.

Monica: Yeah, I remember when I was young, my mother used to teach me to splash my face with cold water in the morning because she believed that helped wake you up, and I remember as a child not liking that at all because I found it too cold. I preferred to splash my face with warm water.

Todd: So, have you heard about any other secrets to having a long life?

Monica: Yeah, I’ve heard of quite a few different secrets to having a long life. I guess one secret that a lot of different cultural groups seem to share is diet. If you take the Japanese as an example, and Japanese people do have a long life expectancy in comparison to other people from ofher countries. I think the Japanese eat a diet that’s quite low in fat and reasonably low in salt as well, and I think their fluid intake is quite healthy because they drink a lot of green tea which has antioxidants in it, and a they drink a lot of miso soup which has a lot of vegetables in it, and is made from fermented barley, so I think that’s very healthy.

Todd: I’ve also heard that people in the Mediterranean, they also often have a long life span in certain regions and maybe the combination of wine, just a little wine, not too much, but wine and olive oil, and then a lot of fish, seafood is also maybe beneficial to a long life.

Monica: Yeah, that’s true. I’ve heard French people for example live a long life and that has often been said due to a glass of red wine a day, and I know people think differently about alcohol and it’s affect on the body these days.

Todd: Right.

Monica: Yeah, because alcohol used to be considered quite a bad thing and discouraged in all forms but now people tend to think that a glass a day is actually quite beneficial to your health.

Todd: I’ve also actually heard that laughter, that people that laugh a lot tend to live longer.

Monica: Yeah, I’ve heard that too, actually, because laughing releases natural endorphins, and I think that helps you physiologically, and also I think psychologically you’re happier if laughing so. Yeah, I think that long life is related to how you are feeling, and I think a lot of it is psychological as well as physical, for example, how much you are eating and what types of food you’re eating.

Todd: Yeah, I guess, I’m kind of in the same boat, but I just don’t know if I laugh that much. Maybe I’m in trouble.

TRADUÇÃO

Todd: Então, Monica, um minuto atrás estávamos falando sobre Tai Chi e sobre como ele ajuda a longevidade, ajuda você a ter uma vida longa. Uma vez quando eu estava em Bangkok, eu conheci um cara que estava fazendo Tai Chi e parecia muito jovem, mas ele disse o segredo de sua velha vida … ele disse que o segredo para parecer jovem, era Tai Chi e banho frio . Ele tomava um banho frio todas as manhãs.

Monica: Nossa!

Todd: Você poderia fazer isso?

Monica: Não, acho que não conseguiria.

Todd: Sim, você sabe, eu realmente tentei por um tempo e tentei por cerca de uma semana e me senti tão energizado e foi fácil em Bangkok, porque é muito quente, mas eu não consegui continuar, especialmente não Estou no clima frio. Não tem jeito.

Monica: Sim, eu lembro quando era jovem, minha mãe me ensinava a jogar água fria no rosto pela manhã porque ela acreditava que ajudava a acordar, e eu me lembro quando criança não gostava disso porque descobri muito frio. Preferia espirrar água morna no rosto.

Todd: Então, você já ouviu falar de algum outro segredo para ter uma vida longa?

Monica: Sim, já ouvi falar de alguns segredos diferentes para ter uma vida longa. Acho que um segredo que muitos grupos culturais diferentes parecem compartilhar é a dieta. Se você tomar os japoneses como exemplo, os japoneses têm uma expectativa de vida longa em comparação com outras pessoas de seus países. Eu acho que os japoneses comem uma dieta que é muito pobre em gordura e razoavelmente baixa em sal também, e eu acho que sua ingestão de líquidos é bastante saudável porque eles bebem muito chá verde que contém antioxidantes, e eles bebem muito sopa de missô que tem muitos vegetais e é feita de cevada fermentada, então eu acho que é muito saudável.

Todd: Eu também ouvi falar que as pessoas no Mediterrâneo também costumam ter uma longa vida em certas regiões e talvez a combinação de vinho, apenas um pouco de vinho, não muito, mas vinho e azeite de oliva e muito de peixes, frutos do mar também podem ser benéficos para uma vida longa.

Monica: Sim, é verdade. Ouvi dizer que os franceses, por exemplo, vivem uma vida longa, e isso sempre foi dito devido a uma taça de vinho tinto por dia, e sei que as pessoas pensam de forma diferente sobre o álcool e seus efeitos sobre o corpo atualmente.

Todd: Certo.

Monica: Sim, porque o álcool costumava ser considerado uma coisa muito ruim e desencorajado em todas as formas, mas agora as pessoas tendem a pensar que um copo por dia é na verdade bastante benéfico para a saúde.

Todd: Eu também já ouvi essa risada, que as pessoas que riem muito tendem a viver mais.

Monica: Sim, eu também ouvi isso, na verdade, porque rir libera endorfinas naturais, e eu acho que isso te ajuda fisiologicamente, e também acho que psicologicamente você fica mais feliz rindo assim. Sim, acho que a vida longa está relacionada a como você está se sentindo, e acho que muito disso é psicológico e também físico, por exemplo, o quanto você está comendo e que tipo de comida você está comendo.

Todd: Sim, acho que estou no mesmo barco, mas simplesmente não sei se rio tanto. Talvez eu esteja com problemas.

← Voltar para intermediário