TRANSCRIÇÃO

John: So we’ve been talking about women’s roles in society. And are you a stay-at-home mom or a working mom?

Sarah: Well, I guess I’m both. Right now, I’m on maternity leave and I’m on month six of maternity leave.

John: What does that mean?

Sarah: So maternity leave is when you have a job but then you become pregnant or you’re going to have a baby, maybe adopt, too. So you’re going to have a baby, and so you take time off of work to stay home with the new baby.

John: Oh, I see. Do you still get paid?

Sarah: I do. I get about half of my wage. So I do still get paid and I’m very grateful for that. So I’ve been at home with the new baby for six months. And I’m going to go back to work next month.

John: Oh. What will happen with the baby?

Sarah: So I have two kids actually. I have a toddler and a baby. And both of them will go to daycare during the day.

John: I see.

Sarah: So I signed up for the daycare before the baby was even born. It’s really hard to find good daycare that you can afford, that’s near your house. So you have to start planning before the baby is even born if you’re the type of person who wants to go back to work.

John: I see. I don’t think many men worry about getting good daycare for their children…

Sarah: No.

John: When they think about their jobs.

Sarah: No. Even when there’s a family, and the mother and father both work, still it’s the mother that has to do everything with the kids, usually. Usually, the mom has to for example, get the bag ready for the kids to take to daycare. They have to arrange the daycare. They have – the daycare has the mother’s phone number, usually.

And so, the mom has to do a lot of extra work even though mom and dad both have full time jobs.

John: I see. Are you saying that things should be different?

Sarah: Yes. I think things should be different. I’m so lucky my husband agrees with me. And my husband, he drops the kids off at daycare and he picks them up and he does the laundry and the dishes. And it helps me to be – and it helps me focus on my career so that I can stay late at work if I need to. I can go to an extra meeting on a weekend. And it makes me feel more fulfilled that it’s not my husband’s job that comes first.

A lot of times women make less money than men and they put their job second to their husband. And it’s not equal, and it’s not fair. And so, I think that people should work on making things more equal.

John: Well, I agree with you.

Sarah: Thank you.

TRADUÇÃO

John: Então, falamos sobre os papéis das mulheres na sociedade. E você é uma mãe que fica em casa ou trabalha?

Sarah: Bem, acho que sou os dois. No momento, estou em licença maternidade e no sexto mês de licença maternidade.

John: O que isso significa?

Sarah: Então, licença maternidade é quando você tem um emprego, mas depois fica grávida ou vai ter um filho, talvez adotar também. Então você vai ter um bebê e tira uma folga do trabalho para ficar em casa com o novo bebê.

John: Oh, entendo. Você ainda é pago?

Sarah: Sim. Recebo cerca de metade do meu salário. Ainda sou pago e sou muito grato por isso. Estou em casa com o bebê há seis meses. E vou voltar a trabalhar no mês que vem.

John: Oh. O que vai acontecer com o bebê?

Sarah: Na verdade, tenho dois filhos. Eu tenho um filho pequeno e um bebê. E os dois vão para a creche durante o dia.

John: Entendo.

Sarah: Então me inscrevi na creche antes mesmo de o bebê nascer. É muito difícil encontrar uma creche boa que você possa pagar, que seja perto de sua casa. Portanto, você tem que começar a planejar antes mesmo de o bebê nascer, se você for o tipo de pessoa que quer voltar a trabalhar.

John: Entendo. Não acho que muitos homens se preocupem em conseguir uma boa creche para seus filhos …

Sarah: Não.

John: Quando eles pensam sobre seus empregos.

Sarah: Não. Mesmo quando tem família, e a mãe e o pai trabalham, ainda é a mãe que tem que fazer tudo com os filhos, geralmente. Normalmente, a mãe tem que, por exemplo, deixar a sacola pronta para as crianças levarem para a creche. Eles têm que arrumar a creche. Eles têm – a creche tem o telefone da mãe, geralmente.

E assim, a mãe tem que fazer muito trabalho extra, embora a mãe e o pai tenham empregos de tempo integral.

John: Entendo. Você está dizendo que as coisas deveriam ser diferentes?

Sarah: Sim. Eu acho que as coisas deveriam ser diferentes. Tenho tanta sorte de meu marido concordar comigo. E meu marido, ele deixa as crianças na creche e as pega e lava a roupa e a louça. E isso me ajuda a ser – e me ajuda a focar na minha carreira para que eu possa ficar até tarde no trabalho se precisar. Posso ir a uma reunião extra no fim de semana. E me sinto mais realizada por não ser o trabalho do meu marido que vem em primeiro lugar.

Muitas vezes as mulheres ganham menos do que os homens e colocam o trabalho em segundo lugar para o marido. E não é igual e não é justo. E então, acho que as pessoas deveriam trabalhar para tornar as coisas mais iguais.

John: Bem, eu concordo com você.

Sarah: Obrigada.

← Voltar para intermediário