TRANSCRIÇÃO

Todd: So, Abidemi, let’s talk about languages.

Abidemi: Sure.

Todd: You are from Nigeria and Nigeria has many languages, correct?

Abidemi: That’s true, yes.

Todd: How many languages can you speak?

Abidemi: I would say that I can speak one language very well.

Todd: Me too.

Abidemi: And that would be English. But, I speak other languages fairly well. Yoruba, which is a Nigerian language, French, and a little bit of Japanese as well.

Todd: You are Canadian also, and in Canada, students study French, correct?

Abidemi: That’s true, yes.

Todd: Do you speak French often in Canada?

Abidemi: While I was living there I spoke it a lot more, yes.

Todd: Do you like French?

Abidemi: I love French. I love learning languages.

Todd: French, I think, is very hard for some people, myself included, because the pronunciation of some words is very different than the pronunciation of American English. I think it’s funny that there are some words in French that look exactly the same as words in English but we pronounce them completely differently.

Abidemi: I have never thought of it like that before, Todd, but you’re right. They look the same but the pronunciations are different.

Todd: I think it’s a trick because we see the word, and we know how to say it one way, but we have to say it a different way.

Abidemi: That’s true.

Todd: We just can’t do that well.

Abidemi: That’s true.

Todd: So, you can speak Yoruba.

Abidemi: Yoruba, yes.

Todd: Have you ever taught that language?

Abidemi: No, never. I don’t think too many people want to learn it outside of Nigeria.

Todd: I think, in the future, more people will want to learn unique languages.

Abidemi: I hope you’re right.

Todd: Yeah, maybe.

Abidemi: Maybe.

Todd: What language do you want to learn in the future?

Abidemi: I have many that, if I had more time, I would like to learn. I’m interested in Japanese, of course. I live in Japan now, so I would like to speak it better. I would also like to learn Mandarin, Russian, Hausa, another Nigerian language, Spanish, and maybe a couple of others.

Todd: Yeah, there’s so many languages I want to learn. I want to learn Spanish too. I can speak some Thai and Japanese because I lived as a teacher in both countries. But, I want to learn a language that has the same alphabet. I can read Thai but not very well. I can read Japanese but not very well. I want to learn a language where it’s easy to read and see what the word is. In Thai, you can’t do that. In Japanese, you can’t do that.

Abidemi: I know what you mean. It would make it easier to learn the language.

Todd: But in Russian, you can’t do that.

Abidemi: That’s true.

Todd: It’s completely different.

Abidemi: That’s true, but they have alphabets that are the same. You just have to decode them.

Todd: A little bit, yeah. We have the phrase, it’s all Greek to me, which means you have no idea. Anyway, thanks a lot, Abidemi.

Abidemi: Thank you, Todd.

TRADUÇÃO

Todd: Então, Abidemi, vamos falar sobre idiomas.

Abidemi: Claro.

Todd: Você é da Nigéria e a Nigéria tem muitos idiomas, correto?

Abidemi: É verdade, sim.

Todd: Quantas línguas você fala?

Abidemi: Eu diria que falo muito bem uma língua.

Todd: Eu também.

Abidemi: E isso seria inglês. Mas, eu falo outras línguas muito bem. Yoruba, que é uma língua nigeriana, francês e um pouco de japonês também.

Todd: Você também é canadense, e no Canadá os alunos estudam francês, correto?

Abidemi: É verdade, sim.

Todd: Você fala francês com frequência no Canadá?

Abidemi: Enquanto eu morava lá falei muito mais, sim.

Todd: Você gosta de francês?

Abidemi: Eu amo francês. Adoro aprender línguas.

Todd: O francês, eu acho, é muito difícil para algumas pessoas, inclusive eu, porque a pronúncia de algumas palavras é muito diferente da pronúncia do inglês americano. Acho engraçado que haja algumas palavras em francês que se parecem exatamente com as palavras em inglês, mas as pronunciamos de maneira completamente diferente.

Abidemi: Nunca pensei nisso assim, Todd, mas você tem razão. Eles têm a mesma aparência, mas as pronúncias são diferentes.

Todd: Eu acho que é um truque porque vemos a palavra e sabemos como dizê-la de uma maneira, mas temos que dizê-la de outra maneira.

Abidemi: Isso é verdade.

Todd: Simplesmente não podemos fazer isso bem.

Abidemi: Isso é verdade.

Todd: Então, você pode falar ioruba.

Abidemi: Yoruba, sim.

Todd: Você já ensinou essa língua?

Abidemi: Não, nunca. Não creio que muitas pessoas queiram aprender fora da Nigéria.

Todd: Acho que, no futuro, mais pessoas vão querer aprender línguas únicas.

Abidemi: Espero que você esteja certo.

Todd: Sim, talvez.

Abidemi: Talvez.

Todd: Qual idioma você deseja aprender no futuro?

Abidemi: Tenho muitos que, se tivesse mais tempo, gostaria de aprender. Estou interessado em japonês, é claro. Eu moro no Japão agora, então gostaria de falar melhor. Eu também gostaria de aprender mandarim, russo, hausa, outra língua nigeriana, espanhol e talvez alguns outros.

Todd: Sim, há tantos idiomas que quero aprender. Eu também quero aprender espanhol. Eu posso falar um pouco de tailandês e japonês porque morei como professora nos dois países. Mas, quero aprender um idioma que tenha o mesmo alfabeto. Posso ler tailandês, mas não muito bem. Posso ler japonês, mas não muito bem. Quero aprender um idioma onde seja fácil de ler e ver o que é a palavra. Em tailandês, você não pode fazer isso. Em japonês, você não pode fazer isso.

Abidemi: Eu sei o que você quer dizer. Seria mais fácil aprender o idioma.

Todd: Mas em russo, você não pode fazer isso.

Abidemi: Isso é verdade.

Todd: É completamente diferente.

Abidemi: É verdade, mas eles têm alfabetos que são iguais. Você apenas tem que decodificá-los.

Todd: Um pouco, sim. Temos a frase, é tudo grego para mim, o que significa que você não tem ideia. De qualquer forma, muito obrigado, Abidemi.

Abidemi: Obrigado, Todd.

← Voltar para o básico