TRANSCRIÇÃO

Sarah: I consider Paige like a long-lost sister that I like never had that I should have had. The crazy thing is me and Paige have been so close, but we actually have never met.

Sarah’s mother: Well, this was the first time that I held Sarah.

Sarah: My mom was pregnant of me, and just found out that I had one arm at 20 weeks, I think. She wanted to find someone else that was experiencing the same thing. So she went on a website, and found Teresa and Paige.

Paige: When me and Sarah were born, our parents were sending letters and pictures to each other and stuff, so they became close.

Sarah: And then we kind of lost touch, because Teresa had two more kids. When I was eight, I needed someone there that could understand everything about me, and I was like I want to find Paige.

Paige: My mom got an email from her mom, and apparently they had been looking for us for three years. We started emailing first. I asked her one day if she had Skype. What time is it for you?

Sarah: When I first saw Paige, it was like I’d seen a mirror image of me.

Paige: When I saw Sarah, it was kind of like, “Oh, this is how people see me.”

Sarah: We would talk about boys, and life, and compare things.

Paige: She doesn’t really worry about what other people think about her. She can walk around happily in a short sleeve top. She helped me a lot, and gave me a lot of confidence. There weren’t less challenges after I met her, it’s just that I wasn’t going through the challenges alone anymore.

Sarah: And I like move the brush, or I move my finger.

Paige: And so I move my finger?

Sarah: yeah.

Paige: I could tell Sarah things that I wouldn’t be able to tell my friends. I trust her with my life.

We have been so close for eight years, but thousands of miles away from each other. We definitely wouldn’t be very close if it wasn’t for Skype and how it’s brought us together.

Sarah: Some best friends come and go, I feel like Paige will always be my best friend no matter what. It’s crazy that we’ve never met. We’ve both dreamed of it, but it’s just never happened yet.

Sarah: I can’t believe it, I don’t think it’s really sunk in.

Paige: I’m really nervous

Sarah: It doesn’t seem real.

Paige: Five minutes and thirty four seconds

Sarah: You’re so beautiful.

Paige: So are you.

Mothers: I finally get to hug you.

Sarah: I can’t do that.

Paige: I’m sure we’ll always find time for each other, because it’s one of those friendships that you don’t find twice.

Sarah: We’re like two needles in a haystack that just found each other.

TRADUÇÃO

Sarah: Eu considero Paige como uma irmã há muito perdida que eu nunca tive e que deveria ter tido. O mais louco é que eu e Paige temos sido tão próximos, mas na verdade nunca nos conhecemos.

Mãe de Sarah: Bem, esta foi a primeira vez que segurei Sarah.

Sarah: Minha mãe estava grávida de mim e só descobriu que eu tinha um braço com 20 semanas, eu acho. Ela queria encontrar outra pessoa que estava passando pela mesma coisa. Então ela acessou um site e encontrou Teresa e Paige.

Paige: Quando eu e Sarah nascemos, nossos pais mandavam cartas e fotos um para o outro e outras coisas, então eles se tornaram próximos.

Sarah: E então perdemos o contato, porque Teresa tinha mais dois filhos. Quando eu tinha oito anos, precisava de alguém que pudesse entender tudo sobre mim, e era como se quisesse encontrar Paige.

Paige: Minha mãe recebeu um e-mail da mãe dela e, aparentemente, eles estavam nos procurando há três anos. Começamos a enviar e-mails primeiro. Eu perguntei a ela um dia se ela tinha Skype. Que horas são para você?

Sarah: Quando eu vi Paige pela primeira vez, foi como se eu tivesse visto uma imagem espelhada de mim.

Paige: Quando eu vi Sarah, foi tipo, “Oh, é assim que as pessoas me veem”.

Sarah: Gostaríamos de conversar sobre meninos e vida, e comparar as coisas.

Paige: Ela realmente não se preocupa com o que as outras pessoas pensam dela. Ela pode andar feliz em um top de manga curta. Ela me ajudou muito e me deu muita confiança. Não houve menos desafios depois que a conheci, é que eu não estava mais passando por desafios sozinho.

Sarah: E eu gosto de mover o pincel, ou movo meu dedo.

Paige: E então eu movo meu dedo?

Sarah: sim.

Paige: Eu poderia contar a Sarah coisas que não seria capaz de contar aos meus amigos. Eu confio nela com minha vida.

Estamos tão próximos há oito anos, mas a milhares de quilômetros um do outro. Definitivamente não seríamos muito próximos se não fosse pelo Skype e como ele nos uniu.

Sarah: Alguns melhores amigos vêm e vão, sinto que Paige sempre será minha melhor amiga, não importa o que aconteça. É uma loucura que nunca nos conhecemos. Nós dois sonhamos com isso, mas nunca aconteceu ainda.

Sarah: Eu não posso acreditar, eu não acho que você realmente entendeu.

Paige: Estou muito nervosa

Sarah: Não parece real.

Paige: cinco minutos e trinta e quatro segundos

Sarah: Você é tão linda.

Paige: Você também.

Mães: Eu finalmente consigo te abraçar.

Sarah: Eu não posso fazer isso.

Paige: Tenho certeza de que sempre encontraremos tempo um para o outro, porque é uma daquelas amizades que você não encontra duas vezes.

Sarah: Somos como duas agulhas em um palheiro que acabaram de se encontrar.

← Voltar para avançado